Imagens de ser humano

imagensIMAGENS DE SER HUMANO SUBJACENTES AO SER HUMANO

Raúl Rosales

Se explicitamos as imagens de ser humano subjacentes à nossa visão do mundo, à diversidade dos nossos projectos e práticas, podemos tomar consciência do que queremos e podemos ser, podemos desenvolver a capacidade de submeter à crítica essas imagens e possivelmente aperfeiçoá-las...

Vemos, por exemplo:

Uma cultura que privilegia acima de tudo uma racionalidade científico-técnica

A imagem de ser humano estará centrada, sem dúvida, no ser um animal racional

Uma economia de produção capitalista centrada exclusivamente no mercado

Entenderá obviamente que o ser humano é, essencialmente, um ser de necessidades a satisfazer, um ser de consumo

Uma cultura que valoriza a democracia

Consequentemente entenderá o ser humano como um ser de participação, um actor social, um sujeito histórico pessoal e colectivo de construção de relações sociais mais igualitárias, justas, livres e fraternas…

Uma prática de defesa de Direitos Humanos

Pressupõe um ser humano dotado de sacralidade e por isso sujeito de direitos e deveres inalienáveis e sinal de um projecto infinito...

O projecto científico-técnico de
dominação da natureza

Provavelmente subentende, ilusoriamente, o ser humano como o ápice do processo de evolução, o centro de todos os seres (antropocentrismo) e considerará tudo o resto (incluindo a natureza) com sentido enquanto está ordenado para o ser humano.

Quando o místico S. João da Cruz diz que o ser humano é chamado a ser Deus por participação

Ousadamente afirma que o ser humano tem a capacidade de dialogar com o mistério do mundo, de se perguntar sobre um Sentido último e de entrar em comunhão com Ele e ser um com Ele.

Quando nos descobrimos como um ser no mundo, relacionado sempre com outros, construindo um habitat, ocupando-se das coisas, preocupando-nos com as pessoas, dedicando-nos ao que é importante e tem valor, para nós, e nos dispomos a sofrer e a alegrar-nos com quem nos sentimos unidos e amamos...

Projectamos, certamente, uma imagem de ser humano como um ser de cuidado, mais ainda, um ser em que a sua essência se encontra no cuidado.

Colocar o cuidado em tudo quanto projecta e realiza é uma característica singular do ser humano.