A Família Teresiana de Henrique de Ossó em Festa

01Querida Família Teresiana:

Irmãs da Companhia Santa Teresa de Jesus, membros do MTA, Associados/as Teresianos/as, educadores/as, alunos/as e ex-alunos/as, irmãos de Companhia, amigos/as... e todos os que partilhamos o sonho de Henrique de Osso. Chegámos ao grande dia por todos esperado, o dia 28 de Março de 2015. Estamos em Festa!

Ao celebrarmos os 500 anos do nascimento de Santa Teresa de Jesus, sentimo-nos marcados e marcadas pelo seu testemunho de santidade. Teresa é para cada um/a de nós uma mãe e uma Mestra de Vida Interior.

Hoje, sentimo-nos peregrinos a percorrer o mesmo caminho que percorreu Santo Henrique de Ossó aquando do terceiro Centenário da morte de Teresa. A primeira das peregrinações ao berço e ao sepulcro da Santa, promovida por Henrique, converte-se em inspiração para os nossos dias. Nós, Família Teresiana, queremos que Teresa seja conhecida por muitos e que a sua mensagem chegue a todos os corações que querem percorrer os caminhos de Vida interior.

Nos escritos de Henrique de Ossó, percecionamos o entusiasmo com que organizou aquela peregrinação aos locais da Santa "Roubadora de Corações" como tantas vezes lhe chamava. No dia 25 de Agosto de 1877, depois de uma longa peregrinação, milhares de peregrinos, de comboio (Tortosa- Ávila/Alba de Tormes), ao chegar a Alba de Tormes, Henrique escreve:

 

"Este foi o dia mais formoso de toda a minha vida. Nunca o coração bateu como hoje... Jamais desceu à minha alma uma alegria mais íntima acompanhada de uma tão silenciosa e profunda paz."

"Eu não sei que doces ilusões criei olhando para aquele céu, para todos aqueles objectos que tanto me falavam da minha Amada."

"Perto, muito perto de mim, julgava eu tê-la, e não me cansava, pobre de mim! De dizer-lhe tudo quanto me vinha ao coração.( H.O.)"

Todos/as os que partilhamos o sonho de Henrique de Ossó de transformar o mundo segundo o projeto de Jesus ao estilo de Teresa, sentimos uma alegria imensa que nos envolve e nos faz saborear a riqueza desta espiritualidade carismática que nos irmana e faz família.

O centenário do nascimento desta grande mulher que marcou a história da Igreja e do mundo, reconduzir-nos-á ao nosso interior, onde Deus quer fazer a sua morada permanente.

Hoje, o ser humano tem dificuldade em encontrar Deus, talvez porque tem dificuldade em encontrar-se a si mesmo. Anda perdido ou distraído com o barulho mediático e informático à sua volta. Ora, Santa Teresa propõe que entremos na zona mais nobre da nossa intimidade para aí reconhecermos o Deus que está à nossa espera. Seguir os passos de Teresa é fazer do nosso interior "outro céu, onde só Sua Majestade mora" (Santa Teresa, 7Moradas).

Tal como Henrique, nós, membros da Família Teresiana, estamos chamados/as a dar a conhecer ao mundo a pessoa de Teresa de Jesus como mestra, guia e luz de muitos corações que se deixam conduzir pelo Deus que as habita e deseja viver em comunhão com cada pessoa que se abre ao Seu mistério de amor. Assim como Henrique foi discípulo de Teresa, também nós queremos seguir estes nossos mestres: Teresa e Henrique. Ele tinha com Teresa uma grande afinidade, que lhe vinha da identificação com ela no caminho interior da experiência mística. É Deus o elo de união entre estes dois santos. A leitura das obras de Santa Teresa entusiasma e extasia a pessoa de Henrique de Ossó que um dia o leva a escrever na Revista Teresiana:

"Santa Teresa de Jesus, arrebatadora de corações! Eu não sei quando roubaste o meu... apenas sei que a tua imagem e a leitura das tuas obras despertaram na minha alma um amor veemente para contigo e que logo que te conheci, te amei com paixão"

(Revista Teresiana, Setembro 1887, p.356)

"...Amando-te a ti, amo Jesus; glorificando-te, a Ele glorifico; zelando a tua honra, estou a zelar a de Jesus, e aumentando os teus interesses, aumento os seus, também. Que falta, pois? Que tu sejas conhecida, sejas mais amada, pois tens uma graça especial, para promover os interesses de Cristo Jesus; e assim, todos os corações se tornem, por teu intermédio, conformes ao Coração de Jesus..."

(Revista Teresiana, Maio 1880, pp.200-201)

Padre Henrique, obrigado/a por aqueles sonhos... Pela grande família que constituíste à sombra de Teresa! Em família Teresiana, queremos continuar a partilhar os nossos sonhos, o nosso carisma, para responder, com criatividade e audácia, às novas situações e reptos da humanidade.

Um Feliz dia 28 de março de 2015!

Isabel Rocha, stj