Rezar com Santa Teresa de Jesus - Bucelas

20150203 222304

"Dar sempre o que temos de melhor"

Como Teresianas em vivência de Centenário, fomos confrontadas com um pedido vindo da Vigararia de Loures-Odivelas, para orientar no passado dia 03 do mês corrente (Fevereiro), uma vigília de oração: "Rezar com Santa Teresa". Algumas resistências no interior do nosso coração, mas também bastante força interior de fazer conhecer esta tão nossa Mãe e Mestra, Teresa de Jesus, e ajudar a celebrar os seus quinhentos anos de fecundidade espiritual. Sentimos ser esta, uma oportunidade que não teremos nunca mais ocasião, aqui na terra, de realizar. Esta convicção, não só nos questionou, como nos fez acordar e ousar. Veio-nos ao pensamento, o quanto ela, Teresa, nos acompanha, o quanto peregrina connosco nas estradas da nossa evangelização, o quanto connosco arrisca e nos incentiva a arriscar, a caminhar na realidade em que nos movimentamos, sem medo, abandonadas em Deus e confiando só na Sua força. Pareceu-nos impossível, negar-nos a rezar com Teresa e a juntar a nós o povo de Deus para com ele, tendo Teresa por Mestra, chegar a Cristo Humanado, feito um de nós, próximo e tão presente nos acontecimentos e por vezes tão disfarçado, que até corremos o risco de o poderemos relativizar. Olhar Jesus, deixar-se olhar por Ele... Ir ao nosso interior e adorar a Sua presença em nós e, como Teresa, partir a anunciar. Assim, ao porta-voz, do pedido, Frei Agostinho o.carm. respondemos, sim. Sim, mas em equipa, em comunidade, para sentirmos a força da fraternidade que nos completa: umas mais para a oração, outras mais para o cântico; outras mais nos instrumentos musicais.

 

Uns dias, umas longas horas a preparar, a pedir luz ao Senhor, a rezar por aqueles fieis para que Jesus e Teresa de Jesus lhes abrisse o coração, uma troca de e-mails e de ideias, e tudo foi ficando pronto. O resto, ao Espírito Santo lhe toca: fazer-nos Seus instrumentos; abrir o coração dos participantes; orientar as ideias e as vivências. Assim, traçamos uma pequena biografia de Teresa com alguns slides a visualizar a sua terra Natal – Ávila, o seu crescimento na fé e na oração, a sua vida mística, a sua partida para Deus em Alba de Tormes. A seguir, uma base doutrinal, em os "quatro graus de oração" e seguidamente, oração baseada no olhar de Jesus: "Só vos peço que olheis para Ele".

20150203 230110

Chegamos a Bucelas e fomos confrontadas com a realidade: rostos conhecidos, cinco sacerdotes incluindo o vigário que se tornaram presentes, um salão cheio, numa noite gélida e chuvosa. Sentimos que vivemos a "cultura do encontro" e a "mesa partilhada"desde o primeiro momento em que chegamos. Partilhámos as nossas vivências, a nossa simplicidade e proximidade, o dom da fraternidade. Fomos muito fraternalmente acolhidas. Sentimo-nos felizes ao encontrar membros do MTA jovem, na pessoa da Neuza e dos 4 jovens com que se fez acompanhar e que connosco estiveram e rezaram. Não necessitamos ver o fruto do nosso trabalho apostólico, mas agradecemos ao Senhor, quando na sua bondade e ternura, nos permite que tenhamos ecos da vida que vamos gastando ao serviço do Reino, como se fez sentir neste encontro. Muitos agradecimentos, um gesto simpático e expressivo: uma garrafinha de vinho e uns queijinhos em nome da vigararia. Partimos mais leves, mais confiantes. Sentimos o dever cumprido. Retomamos o caminho de regresso, em noite escura, por caminhos desconhecidos, às "apalpadelas", sem GPS, mas orientadas e reconfortadas pelo encontro e a magia do termos dito "Sim" a Teresa, a Deus e aos irmãos que nos pediram este serviço de Igreja. Demos o que temos de melhor, o que mais amamos e apreciamos: o nosso carisma inspirado em Teresa e oferecido por Henrique.

A Equipa:

Isabel rocha stj; Felisbela Valente stj; Hortênsia Ribeiro stj; Maria João Cruz (Associada stj )

Bucelas

DOWNLOAD